quarta-feira, janeiro 20

Albinismo

O albinismo é uma condição de natureza genética em que há um defeito na produção de melanina. Esta alteração genética é a causa de uma ausência parcial ou total da pigmentação dos olhos, pele e pêlos do animal afetado. Também aparecem equivalentes do albinismo nos vegetais, em que faltam alguns compostos corantes, como o caroteno. É uma condição hereditária que aparece com a combinação de genes que são recessivos nos pais.

Os principais tipos de albinismo são os seguintes:

   1. Oculocutâneo (completo ou total) - em que todo o corpo é afetado;
   2. Ocular - somente os olhos sofrem da despigmentação;
   3. Parcial - o organismo produz melanina (ou corantes, se no vegetal) na maior parte do corpo, mas em outras partes isto não ocorre como, por exemplo, nas extremidades superiores.

Etimologia

A palavra albinismo deriva do latim albus, que significa branco. Também é conhecido como Hipopigmentação.

Descrição da doença

Nos indivíduos comuns/médios o organismo transforma um aminoácido chamado tirosina na substância conhecida por melanina. Para que haja produção de melanina devem ocorrer uma série de reações enzimáticas (metabolismo) por meio dos quais se opera a transformação do aminoácido Y (chamado tyr) em melanina, por intermédio da acção da enzima tirosinase.

Os indivíduos que padecem de albinismo têm este caminho metabólico interrompido, já que sua enzima tirosinase não apresenta nenhuma actividade (ou esta é tão pequena que é insuficiente), de modo que a transformação não ocorre e tais indivíduos ficarão sem pigmentação.

Papel da melanina

A melanina se distribui por todo o corpo, dando cor e proteção à pele, cabelos e à íris dos olhos. Quando o corpo é incapaz de produzir esta substância, ou de distribuí-la por todo o soma, ocorre a hipopigmentação, conhecida por albinismo.


Transmissão

O albinismo é hereditário, e transmite-se de três formas distintas:

   1. Autossómica recessiva;
   2. Autossómica dominante, e
   3. Ligado ao cromossomo X, quando afecta apenas indivíduos do sexo masculino.

Graus de albinismo

O albinismo completo se apresenta quando a carência da substância corante se percebe na pele, no cabelo e nos olhos, sendo conhecido como albinismo oculo-cutâneo ou tiroxinase-negativo. Estes indivíduos apresentam a pele e os pêlos de cores branca, e os olhos de tom rosado. Sofrem de transtornos visuais, fotofobia, movimento involuntário dos olhos (nistagmus) ou estrabismo e, em casos mais severos, podem chegar à cegueira. A exposição ao sol não produz o bronzeamento, além de causar queimaduras de graus variados.

No albinismo ocular, uma versão menos severa deste transtorno, apenas os olhos são afetados. Nesta variedade do albinismo a cor da íris pode variar de azul a verde e, em alguns casos, castanho-claro - e cuja detecção se dá mediante exame médico. Nestes casos a fóvea (responsável pela acuidade visual, no olho) tende a desenvolver-se menos, pela falta da melanina, que cumpre um papel central no desenvolvimento do olho, nos fetos.


Os filhos da lua

Os albinos sofrem conseqüências devido a falta de proteção contra a luz solar especialmente na pele e nos olhos. Assim muitos preferem a noite para desenvolvimento de suas atividades, daí o nome filhos da lua. Muitos albinos humanos sofrem dificuldades de adaptação social e emocional.

12 comentários:

  1. é inacredítavel isso

    ResponderExcluir
  2. Eu sou albina mas uso oculos escuros e chapeu para sair de casa e utilizar o computador assistir e coisas deste tipo
    mas me incomoda bastante
    meus colegas me olham
    estranhamente fico
    muito triste
    mesmo :-(

    ResponderExcluir
  3. Querida se eles te olham "estranho" é porque são muito ignorantes, desprovidos de inteligência e não tem amor próprio.
    Tudo bem... isso pode incomodar, mas você não pode deixar de viver sua vida por isso, a vida passa tão rápido e às vezes deixamos de fazer certas coisas por medo de como as pessoas vão olhar, do que vão falar e etc.
    E essa sua reação é definitivamente ERRADA! Você está agindo pior que eles tentando se esconder, tenho certeza que você é linda, cada um tem sua beleza de forma diferente.

    ResponderExcluir
  4. OLHA!SER ALBNO DEVE SER DIFICIO MAS PRA MIM SAO PESSOAS LINDAS EU NAO TENHO MAS QUERIA TER UM AMIGO ALBINO!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi eu tenho duas sobrinhas albinas e são muito lindas... a de 15 anos tira vantagem por se destacar das outras meninas.... hehehehehe. Ah! Acredito ter um sobrinho com albinismo parceal pois possui mecha e mancha clara na testa.... verdadeiro charme... vai ser a marca dele quando crescer

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho uma sobrinha albina, ela é linda e inteligente...

    ResponderExcluir
  7. OI TENHO UM NETO ALBINO ELE A COISA MAS LINDA DEUS NÓS DEU !!!!!

    ResponderExcluir
  8. vcs acham bom? tive q copiar essa porra tudo q carai mas achei intereçante legal.

    ResponderExcluir
  9. só Deus sabe o porque q essas pessoas são assim o que devemos fazer é aceitar.pois são normais são pessoas que tem alma e espirito como qualquer outra...

    ResponderExcluir
  10. Muito bom o blog, me ajudou bastante aqui. Agradeço ^^

    ResponderExcluir
  11. Sempre haverá preconceito por parte das pessoas que sofrem com a sídrome da idiotice, seja com o gordinho ou magrinho, alto ou baixo, branco ou negro!!!

    ResponderExcluir
  12. Minha filha é albina. Ela tem 5 aninhos e, infelizmente, há preconceito e intolerância por parte de alguns devido sua baixa visão. Minha filha é a pessoa mais linda e inteligente que já conheci!

    ResponderExcluir